Jornal do Brasil

Internacional

Nações europeias criticam lançamento de míssil pela Coreia do Norte

Países se mostram esperançosos da retomada de negociações com os EUA

Jornal do Brasil

Seis nações europeias criticaram, em declaração conjunta, a Coreia do Norte pelo teste de um míssil balístico na semana passada.

Enviados da França, Alemanha e de mais quatro países divulgaram a declaração nessa terça-feira (8), depois de o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) debater, em reunião a portas fechadas, o lançamento do míssil, que caiu na Zona Econômica Exclusiva do Japão.

Macaque in the trees
Kim Jong Un (Foto: KCNA via REUTERS)

O embaixador da França nas Nações Unidas, Nicolas de Riviere, leu a declaração, segundo a qual o teste "se segue a uma série de lançamentos de mísseis balísticos de curto alcance nas últimas semanas". Os enviados reiteram que "condenam essas ações provocativas".

De Riviere disse que esses atos "comprometem a segurança e a estabilidade regional e são uma clara violação às resoluções do Conselho de Segurança da ONU". Ele pediu que sanções internacionais "permaneçam em vigor e sejam cumpridas integralmente", apelando à Coreia do Norte a "participar de boa-fé de negociações significativas com os Estados Unidos (EUA)".

Fontes no conselho dizem que os participantes do encontro se mostraram esperançosos de que a Coreia do Norte e os EUA retomem negociações após a mais recente rodada, realizada no sábado (5).