Pompeo não participará de reunião de chanceleres do G7 na França

O secretário de Estado americano Mike Pompeo não vai participar de uma reunião de ministros do G7 esta semana na França, informou o Departamento de Estado nesta terça-feira (2), em meio a tensões persistentes entre a Europa e o presidente Donald Trump.

O Departamento não explicou as razões para a ausência de Pompeo. Mas a decisão ocorre depois de várias divergências, incluindo a retirada dos Estados Unidos do acordo nuclear assinado com o Irã e a luta contra as mudanças climáticas.

O Departamento de Estado disse que o vice-secretário de Estado, John Sullivan, representaria os Estados Unidos e se juntaria a David Hale, diplomata americano, nas discussões de sexta-feira e sábado em Dinard, na costa da Bretanha.

Sullivan "participará das discussões que incidirá sobre uma ampla gama de assuntos, incluindo a deterioração da situação na Venezuela, a desestabilização do comportamento do Irã no Oriente Médio, a responsabilidade dos Estados no ciberespaço e a desnuclearização final da Coreia do Norte", indicou o Departamento de Estado.

Pompeo planeja discutir com seus colegas do G7 na quarta e quinta-feira em Washington durante a reunião do 70º aniversário da aliança da Otan.

O G7 é há tempos o clube das principais democracias industriais do mundo, cujas cúpulas muitas vezes influenciam a agenda internacional.

Com os Estados Unidos e a França, o grupo inclui o Reino Unido, Canadá, Alemanha, Itália e Japão.

sct/mdl/lp/yow/mr