Representante dos EUA volta ao Afeganistão para novas negociações com talibãs

O enviado especial dos Estados Unidos para o Afeganistão, Zalmay Khalilzad, anunciou nesta segunda-feira (1) que chegou a Cabul para um encontro com as autoridades afegãs antes das próximas negociações com os talibãs.

Através de uma publicação no Twitter que já conversou com representantes do governo afegão encarregado do processo de paz, com quem discutiu sobre "a urgência de avançar para um acordo".

Em seguida, informou que teve uma reunião com um grupo que representa as mulheres afegãs e garantiu que "elas devem estar na mesa de negociações".

Antes de Cabul, o diplomata americano esteve em Londres e Bruxelas em busca de apoio para seu plano de paz. Na semana passada, teve um encontro com representantes chineses, russos e da União Europeia em Washington.

Os Estados Unidos e os talibãs iniciaram no meio do ano passado negociações bilaterais em Doha, cujo próximo ciclo será em abril.

Após a última sessão, que terminou em 12 de março, Zalmay Khalilzad se referiu a "verdadeiros avanços" e mencionou um "acordo preliminar" sobre as "garantias" que os talibãs darão em relação ao contraterrorismo e sobre a "retirada das tropas" americanas do Afeganistão.

As autoridades afegãs se queixaram de não terem sido incluídas nas negociações, mas um representante talibã informou que poderia ter um encontro com membros do governo do Afeganistão na próxima rodada de reuniões em Doha.

Esta nova série de encontros é esperada em um momento em que cresce o temor de uma ofensiva em massa com a chegada da primavera na região (hemisfério norte), com a qual os talibãs esperam reforçar suas posições na mesa de negociações.

emh/wat/lab/jf/tmo/eg/pb/lca