Edifício, onde havia uma escola, desmorona na Nigéria e deixa vítimas

O colégio funcionava no terceiro andar do prédio

Apesar de ter sido considerado, desde o início, um Pontífice progressista e disposto a mexer nas estruturas da Igreja, somente agora Francisco tomou medidas concretas contra religiosos acusados de cometerem abuso sexual.

Imagens divulgadas pelas emissoras locais de televisão mostram que a escola ficava no no último andar do prédio.

Nos últimos cinco anos, mais de 170 pessoas morreram em consequência de acidentes em construções na Nigéria.