Vários incêndios atingem o norte da Espanha

Quase 100 incêndios atingiam, nesta segunda-feira (4), o norte da Espanha, alimentados pelo vento e por temperaturas particularmente altas, um fenômeno raro em uma região geralmente úmida.

Cerca de 300 bombeiros e soldados, apoiados por aviões, lutam contra 99 incêndios na região das Astúrias, informaram os serviços de emergência locais, enquanto 18 incêndios foram registrados na região vizinha da Cantábria.

Os incêndios, que, até agora, não fizeram feridos, são alimentados por ventos com rajadas de até 100 km/h e temperaturas muito elevadas para a época, destacaram as autoridades locais. No domingo fez 25ºC em Gijon, a maior cidade das Astúrias.

Segundo o governo regional, o risco de incêndio nas Astúrias nesta segunda-feira é "muito alto" ou mesmo "extremo".

O presidente da Cantábria, Miguel Angel Revilla, pediu que os moradores de sua região sejam vigilantes, enquanto a previsão do tempo para a terça-feira informa "ventos muito fortes".

"Esta é uma tragédia terrível", disse ele em um vídeo postado nas redes sociais.

A Espanha enfrenta regularmente incêndios devastadores no verão, particularmente nas regiões áridas do sul do país e na costa do Mediterrâneo. Mas o fenômeno é raro no inverno, especialmente nas regiões do norte, como Astúrias ou Cantábria, onde chove muito.

 

ds/mg/pmr/mra/mr