Cuba diz 'sim' à nova Constituição socialista

Mais de 6 milhões de cubanos votaram a favor de nova Constituição, em referendo que participou 84,4% do votantes. O "sim" ganhou com 86,8%, enquanto o "não" obteve 9% dos votos. O texto ratifica o caráter "irrevogável" do socialismo como sistema social, proíbe a discriminação contra LGBTs - a união homoafetiva será tema de plebiscito à parte - e estipula 60 anos como idade máxima para a presidência e substitui a constituição de 1976, que teve aprovação um pouco superior (97,5%).