Dois sargentos da Guarda Nacional desertaram ontem à noite em Pacaraima

Eles estavam envolvidos no conflito de ontem entre manifestantes e a GNB na fronteira

Ao menos dois sargentos da Guarda Nacional Bolivariana desertaram, na noite deste sábado, 23, em Pacaraima, segundo o coronel Georges Kanaam. Eles estavam envolvidos no conflito entre manifestantes e a GNB na fronteira com o Brasil, que deixou ao menos três mortos e 31 feridos em Santa Elena do Uairén, cidade fronteiriça venezuelana.

Na divisa entre Colômbia e Venezuela, dois caminhões cheios de ajuda humanitária foram incendiados, quando militares venezuelanos bloquearam a passagem de uma caravana de quatro caminhões com ajuda humanitária e jogaram bombas de gás lacrimogêneo contra manifestantes.

A fronteira entre Brasil e Venezuela em Roraima amanheceu mais tranquila neste domingo, 24. O fluxo de imigrantes vindos da Venezuela voltou à divisa, apesar do fechamento da fronteira. Venezuelanos vindos de Santa Elena do Uairen disseram ao Estado que, apesar do fechamento oficial da divisa, os próprios guardas da fronteira sugerem que eles atravessem para o Brasil pelas "trocas" — trilhas no mato ao lado da estrada. Ainda há um efetivo da GNB guardando a aduana, mas já não em formação de coluna como havia ontem.