Greve e bloqueios de vias na Catalunha contra o processo de separatistas

Os separatistas protestaram nesta quinta-feira na Catalunha com marchas e bloqueios durante uma greve contra o julgamento de 12 líderes da região pela tentativa frustrada de se separar da Espanha em outubro de 2017.

Convocada por um pequeno sindicato separatista, a greve afetou principalmente o transporte pelos cortes praticados em numerosas estradas, entre elas as rodovias que ligam à França e a Madri, e em ferrovias pela manhã.

Macaque in the trees
Manifestações na Catalunha (Foto: Lluis Gene / AFP)

A polícia interveio em alguns pontos e fez quatro prisões. Os incidentes causaram ferimentos leves em 37 pessoas, incluindo sete agentes, informaram os serviços médicos da região.

Exceto pelas universidades, a greve não teve muitos impactos. Em Barcelona, os transportes públicos diminuíram apenas ligeiramente a frequência e a maioria das lojas abriu.

No final do dia, 40 mil pessoas, segundo a polícia municipal, manifestaram-se no Paseo de Gracia, em Barcelona, com as cores amarela, vermelha e azul, da bandeira da independência da Catalunha.

Desde o dia 12 de fevereiro o Supremo Tribunal de Madri julga 12 dirigentes separatistas pela organização de um referendo ilegal de autodeterminação em 1 de outubro de 2017 e a posterior declaração de independência fracassada.

 

dbh-avl/du/pb/cc/ll