Alemanha é criticada por proteger catalão

O procurador espanhol Javier Zaragoza denunciou que a Justiça da Alemanha descumpriu o marco legal da ordem de detenção europeia ao rejeitar a extradição do ex-governador da Catalunha Carles Puigdemont.

Ele fugiu da Espanha para não responder à Justiça por sua participação no processo independentista catalão. (Com agências internacionais)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais