Irã afirma que testou com sucesso míssil de cruzeiro

O Irã testou, com sucesso, neste sábado (2), um míssil de cruzeiro com alcance superior a 1.350 km, informou a televisão estatal iraniana.

"O míssil de cruzeiro Hoveizeh foi testado com sucesso depois de percorrer uma distância de 1.200 quilômetros e atingir sua meta", declarou o ministro da Defesa, Amir Hatami.

"Ele pode estar pronto no menor tempo possível e voar em altitudes muito baixas", acrescentou durante uma cerimônia que coincide com as comemorações do 40º aniversário da Revolução Islâmica.

De acordo com um relatório publicado em 2017 pelo Instituto Internacional de Estudos Estratégicos (IISS) de Londres, o Irã está desenvolvendo uma dúzia de tipos de mísseis com um alcance de 200 a 2.000 km e que poderiam transportar cargas de 450 a 1.200 kg.

Esses programas preocupam os ocidentais, que acusam o Irã de desestabilizar o Oriente Médio e, particularmente, Israel. Alguns oficiais iranianos afirmam regularmente desejar a destruição do estado judeu.

O Irã assegura com frequência que não tem intenção de iniciar uma guerra contra seus vizinhos, e repete que seus programas de mísseis são uma questão de segurança nacional, tendo como único objetivo sua defesa e que essa questão não é negociável.

De acordo com a resolução 2231 do Conselho de Segurança da ONU, o Irã não deve realizar "qualquer atividade de mísseis balísticos projetados para transportar ogivas nucleares, incluindo tiros usando tecnologia de mísseis balísticos".

Ocidentais e iranianos interpretam esse parágrafo de maneira diferente. Para Washington, há uma proibição do lançamento de mísseis balísticos e foguetes espaciais pelo Irã.

amh/mdz/tp/mr