Comitê constitucional da Síria poderá se reunir em 2019 em Genebra

ONU, Rússia, Irã e Turquia anunciaram nesta terça-feira (18) que vão multiplicar seus esforços para organizar no começo de 2019, em Genebra, a primeira reunião do comitê encarregado de preparar uma nova Constituição para a Síria.

Os participantes "concordaram em fazer um esforço para convocar a primeira sessão do Comitê Constitucional em Genebra no início do ano" de 2019, destacou o comunicado conjunto lido pelo ministro das Relações Exteriores russo, Serguei Lavrov.

A ideia deste Comitê surgiu em janeiro, durante uma cúpula dos três países garantidores do processo de paz de Astana, em Sochi. No entanto, o Comitê ainda não foi formado pelos desacordos sobre sua composição com o regime de Damasco.

Em um último esforço por finalizar o projeto antes de deixar seu cargo no fim do ano, o enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, convocou na terça-feira em Genebra a uma reunião com Lavrov e os ministros das Relações Exteriores turco e iraniano, Mevlut Cavusoglu e Mohamad Javad Zarif.

A Rússia e o Irã apoiam o regime de Damasco enquanto a Turquia respalda os rebeldes que combatem o presidente sírio Bashar al Assad.

A comunidade internacional afirma que o comitê deve ser formado antes do final de dezembro.

 

bs-gca/pg/fff/iba/pa/cc/mvv