Premier da Bélgica renuncia após polêmica sobre acordo da ONU

O primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel, anunciou nesta terça-feira (18) sua renúncia ao cargo, explicando que submeterá sua decisão ao rei Filipe.
"Eu tomo a decisão de apresentar minha renúncia e minha intenção é ir imediatamente para o rei ", disse em um discurso no Parlamento, depois de perder um voto de desconfiança.
Michel relançou seu governo há uma semana com uma administração minoritária após o maior partido de sua coalizão se demitir em uma disputa sobre a assinatura do Pacto das Nações Unidas (ONU) sobre migração segura, o "Global Compact for Migration, aprovado em Marrakech, no Marrocos.
A presença da Bélgica no acordo foi alvo de protestos convocados por movimentos de extrema-direita.