Jornal do Brasil

Internacional

Coro de Natal na Itália entoa 'Bella Ciao' e gera polêmica

Grupo multiétnico cantou em igreja de Bolonha

Jornal do Brasil

Em uma igreja na cidade de Bolonha, na Itália, a canção histórica da resistência italiana contra o fascismo, "Bella Ciao", foi entoada por um grupo de coral adulto e gerou polêmica. O vídeo da música foi compartilhado centenas de vezes nas redes sociais e dividiu opiniões.

A apresentação ocorreu no palco da igreja Santa Teresa del Bambino Gesù, e o episódio foi comentado inclusive por figuras políticas do país.

O grupo que entoou a canção era multiétnico, da própria cidade, chamado Mikrokosmos. Também estavam presentes na apresentação o "Coro ad Maiora: la bottega della voce", composto por crianças, assim como o "Bassi&co", de jovens. O diretor das apresentações foi Michele Napolitano.

Entre os presentes, houve quem aplaudiu, mas também quem não gostou da iniciativa: "os coristas entoaram 'Bella Ciao' e não me parece que faça parte de um repertório de Natal". Uma outra testemunha ficou desconcertada: "é absurdo que coloquem uma música assim na igreja".

O maestro do coro, no final da performance, fez uma alusão ao atual governo. "Nos encontramos em um momento histórico no qual se está verificando uma limitação da liberdade", afirmou. Já o padre da igreja, dom Massimo Ruggiano, pediu desculpa e disse não ter visto a programação. "Foi um erro pelo qual peço desculpa, mas foi feito sem nenhuma intenção provocativa, polêmica ou de divisão", declarou.

Para Galeazzo Bignami, político da Forza Italia, o caso "é um absurdo". Ele alegou ainda que muitos padres foram mortos pelas mãos de partesão que entoava a canção.