Jornal do Brasil

Internacional

Ex-diplomata Salome Zurabishvili assume a presidência da Geórgia

Jornal do Brasil

Salome Zurabishvili, ex-ministra das Relações Exteriores da Geórgia, eleita no final de novembro como a primeira mulher presidente do país, tomou posse neste domingo (16) em uma cerimônia na qual prometeu continuar a virada pró-ocidental deste país do Cáucaso.

Salome Zurabishvili, de 66 anos, nascida na França, fez o juramento no pátio de uma mansão do século XVIII usada pelo rei georgiano Heráclio II como residência, localizada na pequena cidade medieval de Telavi, no leste vitivinícola do país.

"O objetivo de minha presidência será fazer do retorno do desenvolvimento democrático da Geórgia e seu caminho para a Europa irreversíveis", disse ela em discurso.

"Facilitarei esse processo com o apoio de nosso parceiro estratégico, os Estados Unidos, e de nossos amigos europeus", acrescentou.

A oposição se recusou a reconhecer os resultados da eleição presidencial e tentou, sem sucesso, organizar manifestações no domingo em frente à residência em que a posse ocorreu.

A polícia bloqueou pela manhã uma caravana da oposição de vários quilômetros numa estrada que liga Tbilisi a Telavi.

Segunda a televisão georgiana, houve confronto entre a polícia e os manifestantes.

Dezenas de milhares de georgianos já haviam protestado no início de dezembro em Tbilisi.

Salome Zourabichvili teve apoio nas eleições do partido Georgian Dream fundado por Bidzina Ivanishvili, o homem mais rico da Geórgia que muitos consideram o verdadeiro líder do país, embora ele esteja oficialmente afastado da política.

im/pop/mr/pa/age/ap