Jornal do Brasil

Internacional

Diretor do serviço russo de inteligência morre aos 62 anos

Jornal do Brasil

O comandante do Departamento Central de Inteligência (GRU) da Rússia, general Igor Korobov, faleceu aos 62 anos após uma "longa e grave doença", anunciou nesta quinta-feira (22) o ministério russo da Defesa.

O sucessor de Korobov, que desde 2016 estava à frente do GRU do Estado-Maior das Forças Armadas, não foi designado, segundo as agências russas. Seu antecessor, Igor Sergun, faleceu em janeiro de 2016.

Fundado em 1918, o GRU, considerado um rival da KGB durante a era soviética, tem fama de ser a agência de espionagem russa mais poderosa e ousada, embora seja relativamente desconhecida pelo público em geral.

Nos últimos meses vários países ocidentais acusaram o GRU de envolvimento em ciberataques em todo o mundo. O governo britânico acusou o Departamento pelo envenenamento em março na Inglaterra de um ex-agente russo, Serguei Skripal.