Ataques dos EUA na Somália matam 37 militantes islamitas shebab

Os Estados Unidos conduziram dois ataques aéreos contra militantes islamitas na Somália, no leste da África, matando a 37 combatentes do grupo armado Al Shabaab, informou nesta terça-feira o exército americano.

Os ataques, lançados na segunda-feira perto de Debatscile, "não deixaram mortos nem feridos entre os civis", informou em comunicado o comando militar americano para África (Africom).

"Estimamos atualmente que o primeiro ataque matou 27 combatentes", informou a Africom, precisando que se tratava de um ataque "planificado previamente e deliberado".

O segundo ataque matou outros 10 combatentes, acrescentou.

Esses ataques "de precisão", realizados com apoio do governo federal da Somália, "reduzem a capacidade dos shebab de preparar ataques futuros, desestabilizando sua rede de influência e enfraquecendo sua liberdade de manobra na região", acrescentou o exército americano.

 

sl/iba/rsr/arc/cc