Jornal do Brasil

Internacional

Melania pede demissão de funcionária da Casa Branca

Mira Ricardel se desentendeu com a equipe da primeira-dama

Jornal do Brasil

A primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, pediu publicamente nesta terça-feira (13) a demissão da vice-conselheira de Segurança Nacional da Casa Branca, Mira Ricardel.

Tratado como uma atitude "anormal" pela mídia norte-americana, o pedido foi divulgado pela porta-voz da primeira-dama, Stephanie Grisham, alegando que Ricardel "não merece mais a honra" de atuar no Conselho de Segurança Nacional.

De acordo com "The Wall Street Journal", o que motivou o pedido de demissão foi uma briga entre Ricardel e a equipe de Melania durante uma viagem da primeira-dama para a África, em outubro.

Na ocasião, segundo o diário, a tensão começou por conta de uma discordância no arranjo dos assentos no avião e pelo uso dos recursos do Conselho de Segurança Nacional.

Segundo a imprensa norte-americana, Melania afirmou para seu marido, o presidente Donald Trump, que não estava feliz com a forma como estava sendo tratada pela vice-conselheira.

A saída de Ricardel seria um duro golpe para o conselheiro de Segurança Nacional, John Bolton, já que ele tem a vice como uma importante aliada.

Mira Ricardel -

De acordo com uma fonte da Casa Branca citada pela "CNN", Trump já informou a funcionários que Ricardel será demitida. Há sete meses no cargo, a vice-conselheira ganhou um tempo para preparar sua saída do governo.

A emissora norte-americana também acrescentou que Ricardel é caracterizada por ser "inteligente e durona", mas colecionou muitas inimizades nestes sete meses como vice-conselheira.

Algumas fontes de dentro da Casa Branca informaram que Ricardel gritava com seus subordinados, além de conspirar contra os funcionários de quem ela não gostava.