Jornal do Brasil

Internacional

Sanções de Trump contra o Irã entram em vigor

País disse que continuará vendendo petróleo para o exterior

Jornal do Brasil

Entrou em vigor à meia-noite desta segunda-feira (5) a nova rodada de sanções contra o Irã impostas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Os bloqueios estavam suspensos por conta do acordo nuclear assinado com o país persa em 2015, mas foram retomados após Washington abandonar o tratado.

As medidas chegam na véspera das eleições legislativas de meio de mandato, que podem alterar o equilíbrio de forças no Congresso, hoje dominado pelo Partido Republicano.

Os EUA pretendem inclusive punir países que importarem petróleo iraniano e empresas que realizarem negócios com indivíduos ou entidades incluídos na "lista negra" da Casa Branca.

Ao menos oito nações, no entanto, poderão continuar importando petróleo do Irã por seis meses, mas o governo norte-americano ainda não divulgou seus nomes.

O presidente iraniano, Hassan Rohani, disse que as sanções resultarão em perdas para os EUA e prometeu continuar exportando seu petróleo. Além disso, a Aeronáutica e as forças aéreas da Guarda Revolucionária iniciaram um exercício militar anual de dois dias em uma área de 500 mil quilômetros quadrados.

Já a Rússia, aliada de Teerã, afirmou que os bloqueios são uma tentativa de "chantagem econômica". Israel, por sua vez, chamou a decisão de "corajosa". Trump acusa o Irã de financiar o terrorismo e deseja reduzir seu ativismo político e militar no Oriente Médio, principalmente na Síria.



Tags: Trump

Recomendadas para você