Representante da China em Macau morre ao cair de edifício

O principal funcionário da China em Macau faleceu depois de cair do edifício em que residia, informaram neste domingo as autoridades locais.

Zheng Xiaosong era o principal representante de Pequim na ex-colônia portuguesa, que tem status semiautônomo.

Xiaosong, 59 anos, tinha depressão, de acordo com um comunicado de Pequim.

Ele "morreu após uma queda de sua residência em Macau no dia 20 de outubro de 2018 à noite", afirma um comunicado divulgado pelo Escritório Administrativo do Conselho de Estado de Hong Kong e Macau, sem apresentar detalhes.

Macau abriu uma investigação sobre a morte, de acordo com a imprensa de Hong Kong.

Zheng Xiaosong, membro do gabinete central do Partido Comunista da China, participou nas negociações entre Londres e Pequim sobre a devolução de Hong Kong em 1997.

No ano passado assumiu o cargo de representante chinês em Macau, território governado com o mesmo princípio "Um país, dois sistemas" que prevalece em Hong Kong.

ey/fa/rox/tho/mct/age/zm/fp

 

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais