Jornal do Brasil

Internacional

Buscas em floresta de Istambul são realizadas no caso Khashoggi

Jornal do Brasil

Investigadores turcos fizeram uma operação de busca em uma floresta de Istambul, no âmbito da investigação pelo desaparecimento do jornalista saudita Jamal Khashoggi, um crítico do regime de Riad.

A operação na floresta Belgrado, na margem europeia de Istambul, começou na quinta-feira, informaram o jornal Cumhuriyet e o canal NTV.

O local, uma área ampla e remota, fica a 15 km do consulado saudita de Istambul. Jamal Khashoggi compareceu à representação diplomática em 2 de outubro para questões burocráticas e nunca mais foi visto.

A região é cenário de investigação desde que a polícia constatou que diversos veículos saíram do consulado saudita no dia do desaparecimento do jornalista, segundo a NTV. Existe a suspeita de que pelo menos um dos automóveis seguiu para o bosque.

Khashoggi, que já havia sido próximo ao regime, se tornou um crítico do poderoso príncipe herdeiro saudita Mohamad Bin Salman.

Nem Turquia nem Estados Unidos confirmaram publicamente a morte de Khashoggi ou responsabilizaram oficialmente Riad.

Mas um fluxo constante de vazamentos não confirmados de funcionários do governo à imprensa turca revela um cenário detalhado e escabroso dos últimos minutos de vida do jornalista, supostamente em uma operação de 15 agentes sauditas que o esperavam quando ele chegou ao consulado de Istambul para iniciar os trâmites de seu casamento.

A imprensa turca afirma que teve acesso a gravações de áudio nas quais os supostos assassinos de Khashoggi o torturam antes de sua decapitação.

raz/sjw/dcr/me/ra/fp

 



Recomendadas para você