Jornal do Brasil

Internacional

Arábia Saudita promete responder a ‘ameaças’ no caso de jornalista desaparecido

Jornal do Brasil

Em resposta aos comentários de Donald Trump sobre o sumiço do jornalista Jamal Khashoggi, a Arábia Saudita disse rejeitar qualquer "ameaça" de sanções econômicas ou pressão política e alerta que o reino irá responder a qualquer ação tomada.

O comunicado, divulgado pela agência de notícias estatal, vem após o mercado acionário saudita ter despencado quase 7% neste domingo.

Macaque in the trees
Jamal Khashoggi (Foto: MOHAMMED AL-SHAIKH / AFP))

O presidente norte-americano, Donald Trump, disse em entrevista ao programa "60 minutes", da emissora CBS, que haverá "punição severa" caso investigações concluam que a Arábia Saudita está envolvida no desaparecimento e possível morte de Jamal Khashoggi, que era grande crítico do país e escrevia para o jornal americano The Washington Post.

Autoridades turcas dizem ter gravações comprovando que o jornalista teria sido assassinado e desmembrado por agentes sauditas em visita ao consulado da Arábia Saudita em Istambul, na Turquia, no dia 2 de outubro. Já o reino saudita afirma que as alegações turcas são "sem fundamento", mas não ofereceu evidências de que Khashoggi tenha deixado o consulado. Fonte Associated Press.



Recomendadas para você