Vidente diz a filha de Eduardo Cunha que prisão de deputado cassado é carma

No início do ano, Bárbara Cunha, a filha mais nova do ex-presidente da Câmara e deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB), contava para as amigas, na fila de um restaurante de Ipanema, na Zona Sul do Rio, que visitou um médium e, sem que o vidente soubesse nada de sua vida nem mesmo seu nome, disse que o pai da menina estava preso e que a detenção teve um único motivo: "carma".

Pela lei da compensação, ou da ação e reação, crença que está presente em algumas religiões, Cunha já teria realizado coisas ruins em vidas passadas e estaria pagando na atual. Na vida atual, aliás, Eduardo Cunha, que está preso desde outubro do ano passado, foi denunciado algumas vezes na Operação Lava Jato e é réu por um esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e ocultação de contas bancárias no exterior.

Mas as previsões do vidente não foram tão negativas. Ele disse que Bárbara, de 18 anos, estará ganhando muito dinheiro quando chegar aos 25 anos. A filha de Cunha também disse para as amigas que vai ter seu primeiro filho aos 22 anos, segundo o médium. Bárbara disse, então, que quer gêmeos. 

E o vidente afirmou que para ela casar com o atual namorado terá que encarar por algum tempo a ex-namorada que o persegue. Segundo o vidente, Bárbara, assim como o pai, tem um carma: em outra vida ela roubou o namorado da menina que hoje é a ex de seu futuro marido.