Exército nos presídios?

Terá fundamento técnico ou institucional a deliberação de um presidente constitucionalista em determinar que as Forças Militares, criadas com função específica de proteger nossas fronteiras, atuem em crises institucionais?

Se foi chamada, não deve ter havido equívoco legal.

A preocupação deve ser muito maior do que só a rebelião nos cárceres. 

Essa tomada de decisão poderia estar amparada em informações que a opinião pública imagina existir, mas que não tem confirmação.