Lula no funeral de Fidel Castro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pensa seriamente em ir a Cuba para prestar pessoalmente sua homenagem a Fidel Castro, que morreu na noite de sexta-feira (25). O funeral do líder cubano teve início nesta segunda-feira (28) e vai durar nove dias.

Lula já foi convidado e poderá representar os partidos de esquerda da América Latina.

Após o anúncio da morte, Lula destacou que Fidel era "o maior de todos os latino-americanos".

"Para os povos de nosso continente e os trabalhadores dos países mais pobres, especialmente para os homens e mulheres de minha geração, Fidel foi sempre uma voz de luta e esperança", afirmou em nota.