Onde estão as notas fiscais das joias da H. Stern?

Um advogado entra com uma ação popular pedindo bloqueio de R$ 200 milhões da H. Stern, considerando suposto suborno e ligações com a contravenção do ex-governador Sérgio Cabral. Se não houver nota fiscal das compras que a própria H. Stern diz terem havido, afirmando inclusive que levava as joias na casa de Cabral, fica caracterizada a sonegação de imposto.

E a sonegação pode ser muito maior já que, como o JB afirmou na quinta-feira (24), essas pífias joias alvo de apreensão da Polícia Federal não devem ser as que a ex-primeira-dama realmente usava. As verdadeiramente valiosas, adquiridas nos famosos quartiers franceses, onde estão as joalherias mais famosas do mundo, devem estar ainda escondidas.

Essas, adquiridas na H. Stern, se não têm nota fiscal, configuram de fato corrupção e podem caracterizar sonegação muito importante da loja com a Receita Federal.