Crise na saúde

Os maiores hospitais beneficentes de São Paulo podem ter problemas nos próximos dois meses em razão de seus mantenedores.