O rolo compressor do governo Cabral

Encampada na luta contra a privatização do Maracanã, a deputada estadual Janira Rocha (PSOL) mostra-se preocupada com a influência do governo do estado - tratada pela oposição como um verdadeiro rolo compressor - sobre o Judiciário fluminense. 

Ela move uma ação contra o secretário da Casa Civil, Regis Fichtner, tentando impedir que a licitação prossiga enquanto uma nova audiência pública não seja realizada. Ao mesmo tempo, junto a outros parlamentares, ajuizou uma representação no Ministério Público.

Ainda que confie no sucesso das reivindicações, a parlamentar adota um discurso de prudência:

"Estamos aguardando as manifestações da Justiça. Existe uma amarração muito grande com o governo no Legislativo e no Judiciário", critica.

Ela acredita que as forças políticas que comandam o estado acabaram por comprometer as instituições democráticas:

"Infelizmente, hoje as instituições estão completamente envolvidas neste cerco feito pelo governo Cabral", conclui.