Site: Carlinhos Cachoeira é 'governador paralelo' de Goiás

A influência do bicheiro Carlinhos Cachoeira nos mais diversos níveis da administração pública do estado de Goiás parece não ter fim. Depois de ser revelada sua influência junto a parlamentares, policiais e membros do judiciário goiano, agora é o próprio governador do estado, Marconi Perillo (PSDB-GO), quem está na linha de tiro.

De acordo com o site Brasil 247, o contraventor mantinha um governo paralelo no estado, participando de decisões do Executivo e até mesmo pagando “comissões” para funcionários.

Salário adicional com dinheiro da Delta

Ainda segundo o site, Cachoeira chegava a pagar um salário extra para membros de alto escalão do governo do estado. A verba, segundo eles, viria da Delta:

Entre os supostos beneficiados estariam o ex-presidente do Detran-GO, Edivaldo Cardoso, e o secretário de Segurança Pública, João Furtado de Mendonça Neto. De acordo com o Brasil 247, Edivaldo receberia uma remuneração mensal de R$ 15 mil, enquanto João Neto ganharia cerca de R$ 10 mil.