CNC defende reformas como saída para a crise

Presidente Oliveira Santos ressalta papel da Confederação na busca de soluções para o País

O cenário político e econômico do País foi um dos principais temas discutidos na reunião mensal da Diretoria da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), no dia 21 de julho, em Brasília. O presidente Antonio Oliveira Santos ressaltou a importância da participação alinhada e coesa do Sistema Comércio nos debates das questões fundamentais para os empresários, como a modernização trabalhista e a reforma da Previdência, que estão na ordem do dia.

“Neste difícil momento que o Brasil tem enfrentado, estamos sendo requisitados por parte dos nossos representados e da sociedade sobre importantes assuntos. Para alguns temas, podemos contribuir diretamente, outros dependem exclusivamente do Congresso Nacional ou do governo, e sobre esses podemos e devemos encaminhar sugestões”, explicou o presidente da CNC. “Como representantes dos empresários do comércio, nossa preocupação tem sido direcionada ao diálogo com o Legislativo e o Executivo.”

Oliveira Santos destacou também a necessidade de interlocução com os demais segmentos da sociedade, com vistas a ampliar a compreensão das ações do Sistema CNC-Sesc-Senac e seu importante papel na busca da melhoria do ambiente de negócios, da qualidade de vida da população e do desenvolvimento do País.

Sobre as propostas de modernização trabalhista e reforma da Previdência, o presidente da CNC observou que a Confederação vem defendendo que as mudanças são fundamentais para que o Brasil possa superar a crise e alcançar um ritmo de desenvolvimento sustentável. “Temos encaminhado a posição da CNC sobre os principais pontos, como no caso da reforma da Previdência, para conhecimento e, se for o caso, também sugestões das Federações”, afirmou Oliveira Santos.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais