CNC-Sesc-Senac reafirma apoio ao Turismo na Abav

A cerimônia de abertura da 42ª Abav – Expo Internacional de Turismo foi realizada ontem (23), no Teatro Renault, região central de São Paulo. A solenidade marcou a abertura oficial do evento, que começa hoje (24) no Pavilhão de Exposições do Anhembi, e contou com a presença de Vinicius Lages, ministro do Turismo, representantes do poder público e da cadeia produtiva do turismo. O presidente do Conselho de Turismo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Alexandre Sampaio, representou o presidente da entidade, Antonio Oliveira Santos, na abertura do evento.

Sampaio reafirmou o apoio do Sistema CNC-Sesc-Senac aos eventos do setor, política de incentivo que terá continuidade em 2015. “O Turismo tende a ocupar o seu devido lugar na economia nacional, por meio da sua transversalidade”, disse, ressaltando a importância econômica das atividades do turismo na geração de emprego, renda e divisas para o País. “É uma prioridade da Confederação apoiar o crescimento das atividades do setor, defendendo as demandas do empresariado, investindo na qualificação de profissionais e formando novos públicos”, lembrou Sampaio. Segundo ele, o Sistema CNC-Sesc-Senac capacitou 320 mil profissionais para o setor nos últimos dois anos, promoveu mais de 14 mil excursões ano passado e realizou três milhões de atendimentos na área de Turismo social.

O presidente da Abav Nacional, Antonio Azevedo, lembrou a importância da aprovação da Lei nº 12.974/2014, no primeiro semestre do ano, que regulamenta a atividade das agências de viagens, uma vitória após 13 anos de tramitação no Congresso Nacional. “Esta conquista será plena quando conseguirmos equacionar tudo aquilo que concerne à responsabilidade solidária”, afirmou, referindo-se aos vetos da presidente Dilma Rousseff, relacionados, sobretudo, ao Código de Defesa do Consumidor. Azevedo criticou ainda a iniciativa do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão de suspender a compra de passagens aéreas com a intermediação das agências de viagens, efetuando a compra diretamente com as companhias aéreas. “Na verdade, os governos, em geral, não têm uma política de viagens uniforme e nem um processo de gestão adequado, apesar de em diversas reuniões termos enfaticamente colocado essa necessidade, tendo como exemplo as compras corporativas de passagens das maiores empresas do Brasil e do mundo, além de governos da América do Norte e Europa, todas efetuadas através das agências de viagens”, afirmou Azevedo.

O ministro Vinicius Lages apoiou a demanda do presidente da Abav e propôs que trabalhem de forma conjunta para desenhar uma política de compra de passagens pelo governo, dentro do ministério, como um exemplo para outras instâncias. “Estamos desafiados a enfrentar essa decisão e redefinir uma política de compras dentro de um processo de aprimoramento da gestão pública. Estive com representantes do Ministério em questão, para que o piloto que eles querem realizar como teste, fora do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, possa se dar no Ministério do Turismo, e então possamos juntos aplicar procedimentos de maneira justa para que o futuro dessa medida não gere mais apreensões”, informou Lages. Ele ressaltou a importância de trabalhar junto ao trade turístico e que mudou seu escritório e estará despachando da Abav ao longo dos cinco dias de evento. “Nossa intenção é estar perto desses que são os principais atores do mercado turístico brasileiro, não somente para compreender, mas para definir estratégias conjuntas para o futuro”, disse.

Reformular a maneira de fazer promoção do Brasil no exterior foi outroa bandeira defendida por Lages. Segundo ele, cerca de 80% do orçamento do Ministério do Turismo, mais de 8,5 bilhões, está sendo investido na melhoria da infraestrutura especializada das cidades. “Sonho, portanto, com um País muito mais competitivo no turismo. Acho que muito se avançou, mas devemos avançar muito mais para fazer deste setor a nova fronteira de crescimento do País”, concluiu.

A mesa de abertura da 42ª Abav – Expo Internacional de Turismo contou ainda com a presença do embaixador da França no Brasil, Denis Pietton, que representou todos os embaixadores estrangeiros presentes; o senador e presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esporte, Ciro Miranda, o vice-governador de Tocantins, Tom Lyra; o secretário de turismo da Bahia, Pedro Galvão, representando o governador da Bahia, Jaques Wagner; o diretor executivo da OMT, Marcio Favilla; a presidente da Fornatur, Oreni Braga; o secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, Claudio Magnavita; o presidente substituto da Embratur, Valter Luiz de Carvalho Ferreira; o secretário de turismo de São Paulo e presidente da SPTuris, Wilson Poit; o presidente da Abeta, Douglas Simões; o presidente da Abracorp, Edmar Bull; a presidente da Anseditur, Claudia Pessoa e o presidente da Braztoa, Marco Ferraz.