Anitta fala sobre incidente com mamilos em apresentação

A cantora deixou escapar parte de seus seios durante o Prêmio Multishow e comentou as notícias

Anitta foi uma das grandes estrelas do Prêmio Multishow que rolou na última terça-feira, 24. A cantora fez uma apresentação verdadeiramente poderosa e que deu o que falar: além de reunir algumas de suas músicas em um medley, ela convocou um time de bailarinos especial que reuniu cadeirantes, paratletas, portadores de síndrome de down, plus-size e muitos outros. Vencedora de três das cinco categorias em que participou, incluindo a de "melhor cantora", outra coisa, porém, acabou chamando atenção. Em uma de suas apresentações, Anitta, que usava um conjuntinho ousado, deixou escapar parte de seus seios e virou notícia por conta disso.

Sempre muito sincera, ela se pronunciou sobre o assunto. "Rolou mais do que mamilos ontem no Prêmio Multishow 2017... e eu conto pra vocês é AGORA... ontem fomos os mais indicados e mais premiados da noite. Eu só tenho a agradecer aos meus fãs por estarem sempre ao meu lado como um exército me elevando e tornando meus sonhos reais...minha equipe que se doa de corpo e alma pra fazer tudo isso acontecer. Minha família que está sempre comigo nos momentos difíceis e esteve comigo ontem tentando me acompanhar nas 4 pizzas tamanho família na comemoração pós prêmio (não conseguiram, obviamente). Como disse ontem ao ganhar pela primeira vez o prêmio de melhor cantora, um dia eu espero poder e conseguir mostrar pra vocês o quanto é difícil trilhar este caminho que escolhi sendo mulher, jovem, transparente e favelada. Crescer onde cresci, sem grana, sem estrutura, sem oportunidades, começar cantando o ritmo que sofria preconceito por maior parte da população, ser sensual, ser solteira (ok, agora finalmente não mais), livre, estudiosa, esforçada, trabalhadora, dedicada, independente, "pegadora" e plastificada assumida num país "conservador"", disse.

Ela foi além: "Eu agradeço a cada um que me ajudou a quebrar barreira por barreira até chegar a este ponto, a cada um que segura minha mão e vem comigo enfrentar os desafios que eu me coloco pra enfrentar. Ontem cantamos (todos nós) em inglês, espanhol, português, (lembrando que, pra quem não nasceu privilegiado, aqui já é difícil aprender a própria língua local...), teve gringo no palco se apresentando com a gente (e do meu lado sentado elogiando a qualidade dos nossos artistas)... e teve uma galera mais que ESPECIAL me dando uma aula diária (e depois no palco) de superação, força de vontade e talento. Mas... como tem que ter muito peito pra chegar até aqui.. talvez o meu tenha crescido demais nessa jornada e tentou roubar a cena. Então... dos mais superficiais aos mais entendidos... acho que rolou, né?". Nós, da coluna, assinamos embaixo.