Na Bahia, Roberto Carlos vence TOC e dá indícios de estar amando...

Ele cantou ontem no resort Iberostar, na Bahia

Depois da exaustão de shows em cruzeiro, Roberto Carlos agora aposta em apresentações no resort Iberostar, na Bahia. 

Ontem, ele fez o primeiro show, de um total de três, do projeto “Emoções Praia do Forte”. 

No repertório, constou “Emoções”, “Jesus Cristo”, “Como é Grande o Meu Amor Por Você” e “Calhambeque”. E depois de anos sem cantar “Que Tudo Vá Para o Inferno” por conta de uma superstição, Roberto voltou a interpretar a canção de 1965. 

Na letra, feita por ele em parceria com Erasmo Carlos, o Rei fala de uma desilusão amorosa que tirou o sentido da vida de alguém: “Não suporto mais você longe de mim. Quero até morrer do que viver assim. Só quero que você me aqueça nesse inverno. E que tudo mais vá pro inferno”. Depois de vencer o bloqueio pessoal e conseguir cantar a música, Roberto Carlos desabafou: “Demorou, mas foi. Foram muitos anos de terapia para conseguir cantar essa música”.

Roberto Carlos também trocou algumas confidências com o público presente, que era majoritariamente feminino. Antes de entoar os versos “Olha, você tem todas as coisas que um dia eu sonhei para mim”, o Rei colocou as mãos sobre os olhos, como se tivesse procurando alguém, e disparou: “Tem vezes em que olho para a plateia e tenho vontade de cantar essa música para alguém em especial”.