Carnaval em Ouro Preto: misoginia, machismo e homofobia velados...

Aquela velha prática de atrair mulheres bêbadas em festas para angariar mais público...

A turma do carnaval de Ouro Preto anda muito...misógina, machista e homofóbica. 

Vejam só: as mulheres que compram os pacotes das festas tem - em acordo verbal, uma espécie de salve geral informal aos frequentadores - entradas liberadas em quaisquer repúblicas da cidade. E também recebem bebida liberada. Aquela velha prática de atrair mulheres bêbadas em festas para angariar mais público.

Já homens só podem frequentar as festas realizadas em sua própria república alugada. 

E, por fim, uma outra turma é costumeiramente - e veladamente - barrada na entrada de outras repúblicas, que não a deles: os gays.

É de tirar Tiradentes da forca...