Preta Gil lança single e fala do próximo álbum: "Chegou a hora de eu me libertar"

“Eu quero e você quer” fará parte do próximo álbum da filha de Gilberto Gil

Para entrar quente como o fogo no fim de semana: Preta Gil acaba de lançar seu novo single “Eu quero e você quer”, que fará parte do próximo álbum da cantora, com lançamento previsto para depois do Carnaval. 

A música foi escrita por Magno Santanna, Filipe Escandurras e Gigi, baixista e compositor, que toca com Ivete Sangalo, e produzida por Batutinha, e já entra para a lista de hits da folia momesca em 2017.

Preta canta algo como: "Amor amor amor me abraça, me beija me laça, e vem, é bom te namorar meu bem. Eu quero e você quer, eu quero e você quer, eu quero e você quer. Aí aí aí aí aí aí".

À coluna, ela contou que vai se tratar de um disco onde assumidamente ela resolvi se "libertar de todas as amarras", se é que existia alguma. "Vai ter tudo o que eu acredito que seja música popular brasileira e que já canto há anos nos meus shows. Recebi canções muito lindas da Ana Carolina e da Marília Mendonça, por exemplo, e quis gravá-las independentemente do segmento que elas representam. Eu sempre falei em quebra de preconceito, tabu e rótulos. Mas eu mesma era um pouco aprisionada, musicalmente falando. Chegou a hora de eu me libertar e assumir essa brasilidade e diversidade toda que está em mim. Faz parte do meu DNA e da minha criação. É libertador”, disse.

Liberta, portanto, Preta vai entrar um álbum com pitadas de sertanejo, samba, rock, funk e por aí vai. “Nos shows sempre aconteceu bem essa mistura, mas nos discos eu sempre busquei uma essência minha, que vinha da MPB e sempre fez parte de mim. Agora, eu assumo muito mais o meu lado pop. É bem o que o público espera de mim. Se deixar o disco seria do início ao fim com duetos (risos), mas optei por não ter. Como esse trabalho vai obviamente acabar se tornando um futuro DVD, preferi guardar essas participações para depois”, disse. 

Ah, e ela ainda se arrisca na assinatura de duas composições. “Terei duas músicas minhas. Uma parceria com Marquinho OSócio e outra com Raniere Oliveira, que são dois grandes amigos. Fiz questão de quebrar minha cabeça. Gosto de compor quietinha, e como eu estou sempre em movimento, fica super complicado”, adiantou.

Promete. Escuta aí, vai!