Robert De Niro defende Meryl Streep: "Precisava ser dito"

Carta aberta foi publicada por revista americana

Robert De Niro publicou uma carta em defesa de Meryl Streep, criticada pelo pesidente eleito nos EUA, Donald Trump.

Como se sabe, ela recebeu o prêmio Cecil B DeMille, reconhecimento do Globo de Ouro à sua carreira, e, em seu poderoso discurso de agradecimento, sem citar Trump nominalmente, ela criticou a postura do empresário em relação aos imigrantes. O discurso foi um sucesso só.

Em resposta, Trump afirmou que Meryl "é uma das atrizes mais superestimadas de Hollywood".

Na carta aberta de De Niro, publicada pela revista People, o ator defende a atriz: "O que você disse foi ótimo. (...) Você, com sua elegância e inteligência, tem uma voz poderosa" .

A seguir, o texto na íntegra:

"Meryl – O que você disse foi ótimo. Precisava ser dito, e você disse maravilhosamente. Eu tenho tanto respeito pelo fato de tê-lo feito enquanto o mundo estava comemorando suas realizações. Eu compartilho de seus sentimentos sobre punks e bullies. Já é suficiente. Você, com sua elegância e inteligência, tem uma voz poderosa - que inspira os outros a falarem como deveriam para que suas vozes sejam ouvidas também. É tão importante que todos nós falemos.

Nós te amamos.

Bob."