Filho de Tati Quebra Barraco morre em operação policial: "PM tirou pedaço de mim"

Policiais da UPP dizem que mataram "criminosos" que portavam armas e drogas

Yuri Lourenço da Silva, de 19 anos, filho da cantora Tati Quebra Barraco, foi baleado no rosto pouco depois de 1h na Cidade de Deus, periferia da Zona Oeste do Rio. No momento, acontecia uma troca de tiros envolvendo policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

O jovem chegou a ser socorrido para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, área nobre da cidade, mas não resistiu. Tati, por meio de seu Twitter, disse: "A PM tirou um pedaço de mim que jamais será preenchido. A PM matou o meu filho. Essa dor nunca irá se cicatrizar".

Quem presenciou a cena da morte garante, sob anonimato, que a PM chegou atirando, "atirando para matar", e que foi sarcástica ao efetuar disparos: "Antes outra mãe chorar do que a nossa". A testemunha ainda dá conta de que os policiais fotografaram os corpos baleados.

Do outro lado, policiais da UPP local confirmaram que houve tiroteio e duas pessoas foram atingidas. De acordo com eles, um grupo de PMs que fazia patrulhamento de rotina foi surpreendido por "criminosos armados", que portavam drogas e armas.

Tati Quebra Barraco fez um longo desabafo em seu Facebook. A coluna, com coração apertado, reproduz abaixo na íntegra:

"Meu filho tá sendo difícil de acreditar viu? Como deve ser pra você receber uma mensagem, ligação em meio ao show dizendo que seu filho está morto? Não queira passar nunca pelo o que estou passando.Não queira sentir nunca o que estou sentindo. Eu não pude parar o que dei início. Tinha fãs, públicos (SIC), o fotógrafo da casa, tinha um contrato assinado. Então tive que terminar o show da boate eleganza com um sorriso no rosto, sem que ninguém percebesse. Mas não fui forte o tempo todo, desabei! DESABEI! Mas meu filho... porque isso com a mãe? Em que eu errei? Em que não fui rude? O que eu deixei faltar? Você e seus irmãos sabem o que eu fiz e venho fazendo pra dar o melhor pra vocês. Então foi esse o motivo de você ir na festa de confraternização, sem que percebecessmos, da sua bisa avó? Família toda reunida. Estava se despedindo????? Meu Deus! Meu Deus! Sei que só o senhor é capaz de preencher esse vazio que vou levar por muito tempo, talvez, para sempre".