Minas Trend Inverno 2017: leveza e poesia na passarela de Natália Pessoa

Estilista apresentou coleção Inverno de sua grife homônima, após saída da Faven

Depois de deixar a Faven para investir em sua grife homônima, Natália Pessoa apresentou um desfile leve e poético na passarela do Minas Trend. Inspirada pelo livro de poemas “Carnaval” de Manuel Bandeira, a diretora criativa bebeu da fonte da alegria e espontaneidade para criar a coleção Inverno 2017. “Desta obra, nós roubamos as formas geométricas do conto Arlequim, os poás da Colombina e, sobretudo a liberdade. Eu enxergo que o Carnaval é uma época em que podemos nos sentir livre, seja para criar ou misturar cores, padrões e texturas”, contou.

E o aspecto divertido e colorido, de fato, marcou presença na catwalk mineira. Seguindo sua identidade fashion, Natália Pessoa apostou em uma combinação harmônica de várias cores nas produções. “Essa mistura de cor já faz parte de um DNA forte da marca. Geralmente, nós gostamos de adotar tons mais alegres e divertidos. Para esta coleção, nós trouxemos o vermelho, azul, caramelo, verde, roxo, bronze, cobre, mostarda e marinho para compor a paleta”, contou a empresária que ainda fez questão de reforçar outro DNA da grife nesta coleção. “O nosso desfile é sempre trabalhado no tricô, que faz parte da identidade da marca. Então, os padrões, os acessórios e os detalhes dos modelos são todos pontuados com tricô”, completou.

Caracterizando sua coleção como “muito tropical e fresh”, Natália Pessoa disse que aposta na tendência do comprimento mais curto e do volume na parte superior como tendências para o Inverno 2017. “Nesta coleção, nós trabalhamos muito com as mangas bufantes e os ombros a mostra. Eu acho que esse será o destaque para a próxima temporada. Para adotar essa tendência, combinamos os looks com shapes mais secos e o comprimento midi”, opinou a diretora criativa Natália Pessoa.

[email protected]