'Ídolos kids 2013' convoca candidatos e os impede de entrar em audições

Crianças foram barradas no Estádio do Canindé, em São Paulo, no dia 23 de fevereiro

Confira também o nosso blog.

Enquanto vêem seus ídolos cantando em shows e programas de TV pelo mundo, crianças apaixonadas pelo universo musical desde o primeiro choro sonham em ser como eles: gravar CDS, cantar para multidões e levar suas vozes a todos os cantos do país. A demanda de pequenos astros é tanta que a Record criou uma nova versão de seu reality musical para acolher os pequenos, o 'Ídolos Kids', que estreia sua segunda temporada este ano.

Mas, para garantir uma vaga nas audições do programa, o candidato mirim precisa ter entre 5 e 12 anos até o dia 6 de julho, quando o último episódio da atração irá ao ar. Após fazer sua inscrição, a filha do nosso leitor Edson Boaventura, de São José dos Campos, percebeu que não estaria entre os selecionados para as audições, já que completará 13 anos em 12 de março. Pois imagine a surpresa da família inteira ao receber uma convocação para a primeira audição no Estádio do Canindé, em São Paulo, marcada para o dia 23 de fevereiro.

"Uma semana antes da audição eles nos enviaram um e-mail confirmando a inscrição, convocando a minha filha para a audição e explicando quais documentos nós precisaríamos providenciar, incluindo atestados médicos e psicológicos, autorização de uso de imagem reconhecida em cartório e declaração de matrícula de frequência escolar. No dia anterior à audição, eu, minha mulher e minha filha recebemos ligações em nossos celulares, todos os números que cadastramos no ato da inscrição, com uma gravação automática que confirmava a convocação para a audição do dia 23", nos conta Edson. "Achei que eles haviam mudado alguma regra no regulamento e, por isso, convocaram a minha filha", explica.

No dia 23 de fevereiro, Edson chegou ao local combinado e, no hall de entrada do estádio, foi surpreendido ao ter sua entrada e a de sua filha 'barradas'. "A responsável por distribuir as senhas para os candidatos alegou que minha filha estava fora da faixa etária explicitada no regulamento. Me disse que o e-mail que recebemos foi enviado por um servidor automático, que não havia conferido a idade dos inscritos", conta Edson, que, após algumas horas se reuniu com responsáveis de mais algumas crianças que tiveram o mesmo problema. Uma delas era do Mato Grosso do Sul e saiu de casa na sexta à tarde, de carro, para estar em São Paulo no sábado de manhã para a audição. 

"Estou conversando com meu advogado e analisando a possibilidade de entrar com uma ação na justiça contra a organização do 'Ídolos kids'. Lendo o regulamento, sei que minha filha estaria de fora das audições, mas nós fomos convocados! Nós e mais várias crianças que criaram expectativa para entrar no programa. Além disso, tivemos despesas para conseguir os documentos necessários e ir até São Paulo", justifica. 

Entramos em contato com a assessoria de imprensa da Record, que nos informou que não comentará o caso. "Todas as crianças que estavam dentro do regulamento para participar do programa entraram", diz a emissora, que, só nesta audição em São Paulo, bateu recorde de inscritos e recebeu mais de 12 mil candidatos para uma vaga no reality que estreia estreia ainda no primeiro semestre.

Colaborou Beatriz Medeiros

[email protected]