Espírito olímpico? Somente futebol eleva audiência da Record em Londres...

Demais modalidades dos Jogos Olímpicos não engrenam índices da emissora no Ibope

Confira também o nosso blog.

Muito se fala sobre o tal 'espírito olímpico', mas pouco pode ser dito sobre uma definição fechada do termo, não é mesmo? O tal espírito passa pelo envolvimento direto de um povo com os jogos, não somente a cada quatro anos, quando eles são realizados, como também durante todo o chamado 'ciclo olímpico', baseado em investimentos, patrocínios e, claro, visibilidade e interação com públicos, plateias, telespectadores que vão sendo contagiados pela 'magia do esporte'.

Mas, no momento em que ocorre o maior evento esportivo do planeta, é interessante analisar o tal 'espírito olímpico' pelo interesse do telespectador pela transmissão das Olimpíadas. E aqui, no Brasil, infelizmente, é perceptível, com o comando da transmissão nas mãos da Record, notar que a epopeia de nossos atletas é incapaz de mobilizar uma nação à frente da TV.

Entre erros e acertos da emissora em sua cobertura (isto já é outra pauta), é muito incômodo perceber que apenas durante suas transmissões do torneio masculino de futebol a Record consegue obter sucesso em seus índices no Ibope, chegando, inclusive a liderar a corrida pela audiência. No mais, um terceiro e melancólico terceiro lugar no ranking da televisão aberta.

Tal constatação nos remete a uma dúvida: a liderança da audiência é baseada muito mais em um vício do telespectador, que, automaticamente, opta sempre pelo mesmo canal, independente do que acontece pelo mundo ou falta ao brasileiro o 'espírito olímpico', em detrimento de uma paixão exclusiva ao futebol? Vai saber...

[email protected]