Como teria sido a carreira de Ayrton Senna, se o ídolo estivesse vivo?

Confira também o nosso blog.

Olha que 'viagem' bacana a revista 'Alfa' preparou para seus leitores, na edição de abril: convidou o jornalista Reginaldo Leme, amigo pessoal que conviveu por mais de 15 nos bastidores da Fórmula-1 ao lado de Ayrton Senna, para que projetasse, em texto, como teria sido a carreira de nosso ídolo-maior, caso não tivesse sido vítima daquela fatalidade, em 1994, que chocou milhões de pessoas no mundo inteiro.

O jornalista não apenas abraçou a ideia como entrou em pormenores - dos pontos obtidos nos outros três campeonatos mundiais que Senna teria ganhado até se aposentar em 1999 a detalhes vívidos de batalhas contra Michael Schumacher. Todas as frases de Senna nessa reportagem fictícia foram inspiradas ou retiradas de suas entrevistas dadas em vida. Uma forma muito legal de matarmos a saudade de nosso eterno campeão, como também de darmos asas a nossa imaginação!

Para ilustrar a 'reportagem', imagens clicadas por Keith Sutton, fotógrafo que foi também relações públicas de Senna no início dos anos 1980. Os cliques mostram momentos raros do piloto antes da fama: em casa, nos treinos e até malhando na piscina. “Tenho certeza de que ele foi o maior de todos e teria sido campeão de novo. Pela Ferrari!”, afirma Sutton.

[email protected]