Rodrigo Santoro se arrisca e é clicado em parapeito do Copacabana Palace...

Ator, elogiado por seu papel nos cinemas como Heleno de Freitas, estrela editorial da revista da TAM

Confira também o nosso blog.

Rodrigo Santoro, há quase 15 anos, quando ainda rodava pelo país com a peça 'D’Artagnan e os Três Mosqueteiros', já era considerado um dos grandes galãs brasileiros. O assédio feminino era tanto, que, nas apresentações da peça, quase não era escutado por seus companheiros de cena, Pedro Vasconcelos, Marcelo Faria, Thierry Figueira e Luana Piovani, pois era sempre uma gritaria quando pisava no palco. Aliás, Luana era a mulher mais 'odiada' pela plateia, já que, à época, era namorada do ator.

Os tempos passaram e, atualmente, o ator acredita que perdeu todo esse assédio. "Elas preferem o Neymar", diz, em entrevista à revista 'RG' de abril. A coluna, claro, tiete de carteirinha de Rodrigo, faz questão de discordar!

E, com certeza, se pedissem para alguém estar a postos para resgatá-lo do parapeito da janela do Copacabana Palace, onde fez um ensaio para a revista 'Tam Nas Nuvens', não temos dúvidas de que seriam milhões de candidatas. 

Nas fotos, o ator, que está no Brasil promovendo o filme Heleno, cinebiografia (que protagonizou e coproduziu) do jogador Heleno de Freitas, que fez carreira no Botafogo na década de 40, mostrou muito estilo e comprovou que ainda é (e será por muito tempo) nosso galã.

[email protected]