Polvos e conchas viram jóias de ouro e diamantes

O fundo do mar inspira designers na criação de brincos, anéis e colares na H. Stern

O lançamento da coleção Iris começou pela referência nas conchas Mia Mares, em ouro rosé com ou sem pavês de diamantes. Em todas as peças há cores diferentes de ouro, principalmente no avesso das jóias, um cuidado de alta qualidade prezado pela equipe da H. Stern. Para quem imagina que a idéia surgiu depois do desfile Chanel de outubro, basta lembrar que uma coleção de jóias começa a ser idealizada com pelo menos dois anos de antecedência.

Vários tipos de conchas inspiraram os brincos de pedras coloridas, muito delicadas, com safiras rosas e pontos de diamantes e safiras verdes, que remetem às cores do mar.

Outra fonte foi o ouriço do mar, para brincos e anéis formados por bolinhas de tamanhos irregulares, soldadas uma a uma. Os anéis maiores têm diamantes, os menores são em ouro rosê fosco.No avesso de cada jóia, o ouro nobre é polido, para maior conforto.

Polvos e espumas – As espirais das conchas e ondas, em ouro rosê fosco têm cravações com garras mais aparentes, que remetem às cracas e às jóias do período vitoriano.

Uma linha inspirada no polvo Nautilus Pompilius inclui o pingente, um anel com um grande topázio incolor sobre o aro de ouro nobre com tentáculos. No brinco, os tentáculos abraçam a orelha.

As espumas são leves, também nos brincos em rosê fosco com uma bordinha de ouro nobre com tirinha de diamantes. 

No final da exposição na loja do Centro, ficaram os brincos de ouro nobre oxidado com diamantes negros, muito mais raros do que os brancos.

Onde e quanto – a coleção chega às lojas H. Stern em fins de novembro. Várias lojas da rede de 160 endereços recebem a linha completa, mas se um determinado modelo não estiver disponível na loja favorita, em 24 horas estará lá. Os preços são a partir de R$ 3.700, ou em 10 vezes R$ 370, para ter uma história de mares para lembrar, feita em ouro rosê e diamantes.