Acompanhe minuto a minuto Defensor X Fluminense

O que se colocava como sequência para embalar acabou virando um princípio de crise no Fluminense. O time venceu apenas o Defensor, do Uruguai, nas três partidas seguidas em casa, que foram concluídas com uma goleada de 3 a 0 para o Internacional. No reencontro com os uruguaios, hoje, às 21h45m, dessa vez em Montevidéu, o tricolor busca confirmar a vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana, encaminhada após os 2 a 0 no Maracanã.

>> Acompanhe minuto a minuto

Marcelo Oliveira não quer saber de sustos no acanhado estádio Luis Franzini, que tem capacidade para 18 mil torcedores. “A classificação é muito importante. O futebol de hoje tem muita marcação, e o erro no campo defensivo custa caro. Fizemos um treino para jogar com bastante segurança atrás, mas sem abdicar de atacar”, declarou o técnico.

Caso avance às oitavas, o Fluminense enfrentará o Deportivo Cuenca, do Equador. Um gol em Montevidéu praticamente garante a presença na próxima fase, afinal o Defensor precisaria marcar quatro para reverter a situação. E a principal esperança tricolor para balançar a rede segue sendo Pedro. Pelo menos por enquanto. Marcelo Oliveira admitiu que  a saída do atacante é “algo inevitável”, mas torce para que ele fique até o fim do ano.

Já se antecipando à perda de seu principal jogador em 2018, a diretoria acertou a contratação de Kayke para a posição. O jogador de 30 anos pertence ao Yokohama Marinos, do Japão, e estava emprestado ao Bahia, mas será repassado ao Flu, a depender de confirmação dos exames médicos. “As referências dele são boas. Tem mobilidade, é inteligente e sai da área”, elogiou Oliveira.

Defensor: Reyes, Carrera, Correa e Maulella; Suárez, Rabuñal, Cardacio, Cougo e Goñi; Waterman e López. Fluminense: Júlio César, Gilberto, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Airton, Jadson e Sornoza; Marcos Júnior, Pedro e Matheus Alessandro. Juiz: Roberto Tobar (Chile).