Flu fica sem patrocínio master

Oito meses depois de iniciar a parceria, o Fluminense encerrou o contrato de patrocínio master com a Valle Express, empresa de cartões de crédito. O clube rescindiu o contrato sob a alegação de que o pagamento das últimas quatro parcelas, no valor total de R$ 1,4 milhão, estava atrasado. Nesta semana, a empresa já havia vendido parte da operação no Brasil a investidores dos Estados Unidos, por conta de dificuldades financeiras.

Em comunicado, a Valle se defendeu das acusações de inadimplência ao declarar que suspendeu o pagamento ao Fluminense porque o clube não estava divulgando a marca em ações de marketing e propaganda. Segundo a empresa, a diretoria tricolor não respondeu, desde abril, a diversas notificações que cobravam o cumprimento das obrigações contratuais firmadas pelo clube.