Alberto Valentim diz que busca título do Carioca para se firmar no Botafogo

A conquista do título do Campeonato Carioca, que será decidido neste domingo, a partir das 16 horas, entre Vasco e Botafogo, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, é o principal caminho para o técnico Alberto Valentim se firmar à frente do clube alvinegro de General Severiano.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o comandante alvinegro, que assumiu o comando há quase dois meses (10 jogos até aqui), disse que a conquista do Estadual tem enorme importância para ele permanecer no clube ao menos nesta temporada, pois os treinadores do País ainda são reféns de resultados positivos.

"O título é muito importante se tratando da nossa cultura. Não é só no Brasil, mas aqui não existe trabalho a longo prazo e sim curto e médio. Você pode ter até um bom trabalho e não conseguir permanecer no clube. Se tratando de afirmação o título é muito importante", afirmou Alberto Valentim. "O Jair (Ventura) não teve o título estadual aqui, mas teve algo muito forte para o clube que foi a vaga na Libertadores. Teve o reconhecimento de todos para se tornar um treinador de ponta", acrescentou.

Alberto Valentim lembrou da vantagem do Vasco, que venceu o jogo da ida no estádio do Engenhão por 3 a 2, mas disse não que não vê favoritismo para nenhum lado e crê que a partida será equilibrada. "Não tem (favoritismo). Os três jogos mostram o equilíbrio das equipes, mas o Vasco tem uma vantagem. Independente de ter essa vantagem, não mudaríamos nosso jeito de jogar pois criamos uma identidade", explicou.

Em relação ao time que vai a campo, o mistério sobre a escalação foi mantido. A principal dúvida diz respeito ao substituto do volante Rodrigo Lindoso, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, para o qual o treinador alvinegro disse ter quatro opções sem revelar quem são. Os principais nomes que brigam pela vaga são os jovens Matheus Fernandes e Gustavo Bochecha.

"Ainda estou vendo um pouco do que, com essa ausência do Lindoso, ajuda a fortalecer outros jogadores. Estou muito tranquilo com a minha escolha. Penso muito no conjunto. Tenho quatro opções, mas não vou falar. Preciso pensar no Botafogo. Qual Botafogo vai ser mais forte. A ideia precisa dar certo no domingo", comentou o técnico, que comandará o último treino antes da decisão neste sábado, no Engenhão, aberto à torcida botafoguense.

O regulamento do Campeonato Carioca não prevê vantagem na final - o gol fora de casa não vale como critério de desempate. Com o triunfo na primeira partida, o Vasco fica com o título com o empate e, claro, a vitória. O Botafogo precisa derrotar o rival por dois ou mais gols de diferença. A decisão vai para os pênaltis caso o time de General Severiano vença por um gol de vantagem.