Clayson "fura a fila" na estreia e agrada Carille apesar de gol perdido

O atacante Clayson foi relacionado para sua primeira partida pelo Corinthians no último domingo, na vitória por 1 a 0 contra o Atlético-GO, no estádio Serra Dourada e já "furou a fila" na preferência do técnico Fábio Carille, sendo o primeiro substituto a entrar em detrimento de nomes como Marquinhos Gabriel e Clayton.

Em campo, o atleta teve até a chance de se consagrar ao receber belo passe de Jô, aos 33 minutos do segundo tempo. Livre de marcação desde o meio-campo, ele conduziu a bola até ficar cara a cara com o goleiro Felipe. Rodriguinho também tinha condição de finalizar pelo meio, mas ele preferiu chutar e parou em defesa do arqueiro.

"Fiquei feliz pela estreia, resultado importante, vitória fora de casa, infelizmente acabei não concluindo com o gol, optei por virar o pé e o goleiro foi feliz na defesa. Agora é dar continuidade ao trabalho e espero dar muita alegria para essa camisa", disse, explicando por que preferiu chutar a rolar para o meio.

"Difícil falar, na hora eu acho que fiquei com medo de tentar o toque, o gramado segurar e a bola não chegar no Rodriguinho. Então pareceu que era melhor chutar mesmo. Só posso dizer que fiquei muito feliz e quero dar continuidade no trabalho. Avalio como uma boa estreia, mas infelizmente não consegui coroar com o gol", explicou.

Para Carille, que fez coro a si mesmo ao sacar Jadson para a entrada do reforço, considerado apto a fazer as três funções de armação do meio-campo, Clayson vai render ainda mais quando estiver mais entrosado com os companheiros.

"É um atleta que eu acompanho desde 2015. Empatamos em 1 a 1 com o Ituano em Itu pelo Paulista e ele que faz o cruzamento do gol deles. Tem qualidade, jogou como meia na Ponte, tem armação, qualidade do passe e tem melhorado finalização, foi um dos que mais finalizou no Paulista. Estamos felizes, isso que espero dele, muita qualidade e personalidade", concluiu o comandante.