Maradona se encontra com pais de torcedor napolitano morto

Ciro Esposito foi assassinado por romanista em 2014

Em visita a Nápoles, o ex-craque argentino Diego Armando Maradona se encontrou nesta segunda-feira (16) com os pais de Ciro Esposito, torcedor do Napoli assassinado por um romanista em 2014.

Maior ídolo da história do clube napolitano, o "Pibe de Ouro" abraçou Antonella Leardi e Giovanni Esposito durante um evento no Teatro San Carlo. "Foi um momento de grande emoção. Antonella e Giovanni puderam abraçar o ídolo de seu amado filho, pelo qual estão fazendo uma campanha contra a violência nos estádios e pelo perdão de quem erra", disse o advogado do casal, Angelo Pisani.

No dia 3 de maio de 2014, o torcedor da Roma Daniele De Santis baleou Ciro Esposito nos arredores do Estádio Olímpico. O napolitano estava na capital para acompanhar a partida de seu time contra a Fiorentina pela final da Copa da Itália. Esposito faleceu após 50 dias em coma, e De Santis foi condenado em primeira instância a 26 anos de prisão.

Maradona está em Nápoles para as celebrações pelos 30 anos do primeiro título italiano do Napoli, comemorados em 2017. O ex-craque também fez reuniões com o presidente do clube, Aurelio De Laurentiis, para virar embaixador do time partenopeo no mundo.

"Para os napolitanos, sou como a primeira mulher amada, de quem não se esquece jamais. É emocionante ver como o amor passa de pai para filho, vi jovens que nem tinham nascido quando eu jogava chorar por uma foto comigo", disse. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais