Em jogo polêmico, Botafogo bate Mirassol e avança na Copinha

Em jogo marcado por lances polêmicos, o Botafogo derrotou o Mirassol por 2 a 1, em partida disputada na noite deste sábado, no estádio Doutor Jorge Ismael de Biasi, O resultado classificou o Alvinegro carioca para as quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na próxima fase, o Botafogo vai enfrentar o Batatais que despachou a Ponte Preta.

O Mirassol reclamou muito da arbitragem. Para o clube paulista, o Botafogo foi beneficiado nos dois lances de gol. No primeiro, houve impedimento do atacante alvinegro e no lance do pênalti que decidiu a partida , a falta do zagueiro do Mirassol teria sido cometida fora da área.

O jogo  

Logo no primeiro minuto, o Botafogo teve uma boa chance para marcar o primeiro gol. O atacante Amilcar fez ótima jogada individual e foi derrubado na meia lua da grande área. Wenderson bateu a falta e a bola passou bem perto do ângulo esquerdo.

O time carioca adiantou a marcação e atrapalhava a saída de bola do Mirassol. A equipe paulista chegou na área alvinegra, pela primeira vez, aos dez minutos, quando Gabriel Justino fez boa jogada pela direita e cruzou, mas a zaga botafoguense aliviou o perigo. Mesmo sem jogar bem, o Botafogo marcou o primeiro gol aos 22 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola ficou rondando a área do Mirassol. Wenderson chutou forte, o goleiro Matheus deu rebote e Jordan, em posição de impedimento, mandou para as redes.

Depois de sofrer o primeiro gol, o Mirassol partiu para buscar o gol do empate e quase alcançou seu objetivo aos 26 minutos quando Gabriel Justino recebeu na direita, cortou para o meio e bateu cruzado. A bola passou muito perto da trave defendida por Diego. Logo depois, o goleiro botafoguense evitou o gol do empate, ao desviar um chute de Gabriel Justino que recebeu livre na grande área.

O Mirassol seguiu pressionando e aos 34 minutos, em cobrança de escanteio, Lúcio Ceará quase marcou um gol olímpico, mas o goleiro Diego conseguiu salvar, desviando novamente para escanteio. Na cobrança, Diego saiu mal e Gabriel Justino se antecipou e cabeceou para colocar a bola nas redes e deixar tudo igual no marcador. Só depois de sofrer o gol do empate, é que a equipe de General Severiano voltou a tocar a bola com mais precisão para sair do cerco imposto pela equipe de São Paulo, mas até o final do primeiro tempo nada aconteceu de muito importante.

O segundo tempo começou em ritmo lento e só aos nove minutos é que aconteceu o primeiro lance importante. Após cruzamento na área do Mirassol, Danilo rebateu mal e Jordan completou de primeira e a bola saiu muito perto da trave esquerda. O time paulista respondeu aos 14 minutos com um chute violento e perigoso de Lucas Rodrigues. Os dois times mostravam cansaço e pouca inspiração, tornando o jogo muito monótono.

Aos 30 minutos, Lucas Gomes foi derrubado por Ricelli na entrada da área, mas o árbitro marcou pênalti e mostrou o segundo cartão amarelo para o jogador do Mirassol. Dois minutos depois, Igor Cassio bateu com categoria e colocou o Botafogo na frente do placar. Mesmo com um jogador a menos, o Mirassol tentou partir para buscar o gol de empate, mas o Botafogo soube se defender e garantir o resultado.