IML termina identificação das 71 vítimas e 15 corpos são liberados

O Instituto Médico Legal (IML) de Medellín terminou de identificar as 71 vítimas do acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, que teve 19 jogadores mortos na última terça-feira. A informação é do programa "Bom Dia Brasil", da TV Globo.

Agora, os corpos serão preparados para retornar ao Brasil. Por meio de uma força-tarefa envolvendo funcionários da embaixada brasileira em Bogotá e do Itamaraty, as famílias das vítimas receberão ajuda em relação aos trâmites burocráticos.

De acordo com o Itamaraty, 15 corpos já foram liberados para as funerárias, sendo dez deles brasileiros, quatro bolivianos e um venezuelano.

"Todos os corpos já foram identificados e serão embalsamados em Medellín. Estamos aguardando para que nas próximas horas a Força Aérea Brasileira possa trazê-los até Chapecó", afirmou Andrei Copetti, diretor de Comunicação da Chapecoense, à agência Efe.

A tendência é que os corpos cheguem em território brasileiro entre esta sexta-feira e sábado. Ajudada pelo estado de Santa Catarina, a Chapecoense está organizando um velório coletivo na Arena Condá. A cerimônia ainda não tem data confirmada.

Os corpos das vítimas que não são de origem de Chapecó serão transportados para suas terras natais após o velório, se assim for a vontade das famílias.