'The Guardian': FIFA quer 48 times na Copa do Mundo de 2026

Reportagem acrescenta que o campeonato mudaria e teria uma fase eliminatória

Matéria publicada nesta segunda-feira (3) pelo britânico The Guardian afirma que o novo presidente da FIFA, Gianni Infantino, disse em evento na Colômbia que a organização está estudando aumentar o número de participantes da Copa do Mundo de 32 para 48 seleções mundiais. Além disso o campeonato mudaria e teria uma fase eliminatória.

> > The Guardian World Cup could expand to 48 teams, Fifa’s Gianni Infantino suggests

A reportagem afirma que Infantino explicou que o plano deve ser colocado em prática já na Copa do Mundo de 2026, cuja sede ainda não foi selecionada – algo que acontecerá apenas em 2020. Até o momento, Cazaquistão, Canadá, México, Estados Unidos e Colômbia já declararam interesse para sediar a competição.

O Guardian diz que presidente da FIFA explicou: “As 16 melhores seleções se classificariam diretamente para a fase de grupos do Mundial, e as outras 32 jogariam uma partida, um playoff, três dias antes do começo do Mundial para determinar os outros 16. Assim, teríamos 32 equipes na fase de grupos.”

A entidade do futebol também já estuda aumentar para 40 o número de seleções classificadas para o mundial do Qatar, em 2022, finaliza o The Guardian.